Alan Moore em vídeo e Lost Girls

>> domingo, outubro 1


Texto totalmente copiado do Omelete



Alan Moore anda com a vida movimentada. Além das habituais polêmicas de HQs, o autor britânico resolveu defender a classe trabalhadora de Northampton.
Grupos da cidade natal do barbudão ranzinza estão mobilizando-se contra uma decisão do governo britânico de acabar com moradias populares (leia mais aqui). Moore, que é uma das celebridades locais, mesmo que não saia muito de casa, foi convidado para ser uma espécie de porta-voz da campanha. Já desenhou um pôster para levantar fundos e agora foi entrevistado em vídeo sobre sua colaboração.
No vídeo, gravado em agosto, Moore conta os fatos históricos que Northampton concentra. Quem conhece seu romance A Voz do Fogo, ambientado em uma pequena área geográfica de Northampton da pré-história até hoje, já sabe da sua paixão pelo lugar. O autor diz que atualmente a falta de recursos transforma partes da cidade em algumas das regiões mais pobres do Reino Unido – ele compara a situação a um "buraco negro" tragando a população local.
No seu front habitual, Moore causa problemas com o seu novo trabalho, a graphic novel Lost Girls. A birra é do Great Ormond Street Hospital, instituição inglesa que tem os direitos sobre os personagens de Peter Pan. A HQ, ilustrada pela futura esposa de Moore, Melinda Gebbie, mostra personagens da literatura infantil, incluindo a Wendy de Peter Pan, em situações pornográficas – e isso resultou na proibição da venda da obra no Reino Unido.
A editora Top Shelf, que já esgotou impressão e reimpressão da obra nos EUA, resolveu com o Hospital que uma batalha jurídica seria ruim para ambas as partes. A proposta, então, é esperar até 2008, ano em que Peter Pan entra no domínio público, impossibilitando conflitos jurídicos quanto a direitos autorais. Mesmo assim, a Top Shelf será obrigada a pagar um valor não-revelado para publicar Lost Girls no Reino Unido, devido a uma determinacão do parlamento britânico.
Fãs britânicos, desta forma, estão tendo que recorrer a uma espécie de "mercado negro" para ler o novo trabalho do compatriota.
Última nova "moorísticas": a DC/Wildstorm decidiu empurrar a data de lançamento do terceiro volume de A Liga Extraordinária – com o subtítulo The Black Dossier - para 2007, em mês indeterminado. Segunda a editora, o desenhista Kevin O'Neill ainda não concluiu seu trabalho, o que impossibilitaria a publicação prevista para outubro. Além disso, Moore se recusa a falar muito sobre a graphic novel, devido a sua briga com a DC – The Black Dossier será sua última publicação pela editora. Futuros volumes de Liga Extraordinária sairão pela Top Shelf.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Visitem

Anime YokaiCladestinoClockCastClock UpColmeia: O melhor dos blogsGibiscuitCreate your own banner at mybannermaker.com!JapasubSnoopy