Emir Ribeiro: o bosta!

>> domingo, julho 27



Crianças, o vídeo acima mostra ele, o grande, o magnânimo, o primeiro e único mestre Emir Ribeiro, um cara que se acha a ultima bolacha do pacote da hq nacional.Esse vídeo faz parte do programa Documento Especial, que falou sobre os quadrinhos undi-grundi aqui no Brasil, aliás esse programa foi uma das coisas mais toscas, bizarras e engraçadas que eu já vi, assim que tiver um tempinho sobrando coloco isso tudo no YouTube pra você sentir o drama.

Mas... quem é Emir mesmo?

Já falei dele aqui antes, mas falemos novamente: Emir é um desenhista que criou uma personagem quando era moleque, uma tal de Welta, feita para ele bater sua punheta, até aí normal, afinal ele era um moleque, o problema é que até hoje, com mais de 50 anos na cara ele continua com essa ideia medíocre de uma mulher gigante de teta murcha e que solta raios pelo cu para satisfazer a sua punhetinha. Emir não evoluiu como artista, fica com essa porcaria de personagem que tem como vilã um traveco alienigina (o Ronaldo talvez goste) que tem poder do mijo àcido (isso é sério, o poder "dela" é esse) que ele criou de palhaçada para mostrar aos coleguinhas dele de 13 anos no colégio e poder se perfazer. E ainda por cima encontrou um bando de retardados na internet como Blenq, Lapada e outros menos cotados para ficar dando valia a esse lixo e fazendo auê em cima do mestre, dizendo que ele é melhor que Alan Moore (mas logo depois os palhaços ao serem contestados confirmam que nunca leram um gibi do Moore na vida).

Agora você deve estar se perguntando o porque de Welta ser tão ruim, como explicitar todos os motivos iria me encher de náuseas, a seguir coloco um texto do meu considerado JRP (o mais novo censurado do Blogger, parabéns ) que explica direitinho o porque disso ser tão ruim.

Eu fiz um sacrifício imenso: despi meus preconceitos, tirei o asco e segurei a bronca.
Assim, li algumas histórias da Welta e vou dar minha opinião desprovida de paixão, rancor ou o que quer que seja. Serei frio e técnico.
Foi difícil. Mas acho que consegui. Mas foi foda.

1 - Até onde pude compreender, pois a história da personagem não faz muito sentido, Welta é uma experiência meio maluca de um alienígena pervertido. Nada, nada, nada de original. A não ser a disformidade física ao qual ela foi submetida, visando materializar o objeto lúdico de adoração sexual do autor. Por aí já se percebe que Emir Ribeiro não tem intimidade alguma com o quesito "criação". Mas acho que sou exigente demais, não se pode esperar qualidade numa masturbação. É o cara se divertindo e acabou. Podia ficar só nisso mas...

Nas HQs de super-heróis o personagem recebe o poder, o desenvolve ou já nasce com ele. Emir apelou para a opção que acho mais interessante pois esta abre possibilidades do personagem extrapolar o lugar-comum e o autor pode mostrar realmente sua capacidade criativa, abordando seres e universos distantes.
Porém, percebi que a limitação criativa do Emir torna qualquer divagação descartável.
Ele não quer fazer HQ de qualidade. Ele não quer nem contar uma história, nada.
Welta é seu brinquedinho. Um senhor de mais de 50 anos brincando de fazer gibi erótico.
Não pode sair nada de bom nisso.

2 - A opção que se teria na história é um aproveitamento da temática de "mutação" inserindo a personagem num palco brasileiro. O que por si só seria deveras interessante mas, de novo, Emir Ribeiro desperdiça a chance e mantem-se apenas e tão somente em situações que explorem os "dons físicos" de Welta. Daí, da-lhe pose, da-lhe enquadramento e tome lá sexo, num ambiente "retrô" que evoca quadrinhos ruins.
(Será que a mulher brasileira, conforme alardeia os seguidores do Emir, é essa coisa amorfa, caquética, torta, desproporcional e sobretudo ariana?)

3 - Emir Ribeiro tem um controle de enquadramento interessante, mas isso nada vale, pois ele rascunha mal suas histórias. Algumas cenas e situações são rápidas demais, com poucos diálogos (alguns dos quais mal escritos e com grosseiros erros de português, sinal que ele não revisa lá muito bem o que escreve ou não tem toda essa cultura que tanto arrota) e com uma trama que é aparentemente complicada mas que ninguém se iluda: é que mal feita mesmo.
Ele tenta emular o que gosta. E ele curte adoidado quadrinhos de super-heróis. Nada de mais. Só que a emulação sai aquém do que há de pior nas HQs de suer-heróis.
Assim, ao invés de fazer algo novo, diferente ou mesmo ousado, ele consegue tornar o tema ainda pior!
Emir Ribeiro é um Midas ao contrário: tudo o que toca vira lixo.

4 - Nacionalismo? Tá.
Ao invés de voltar-se ao Brasil, Welta luta contra aliens, bandidos, enfim, seu universo de vilões são decalques dos clichês mais comuns dos quadrinhos de super-heróis. Até aonde li, pois minha paciência e meu estômago têm limites (e minha mãe não me criou pra perder meu tempo com sofrimento), a marca registrada nas histórias dela é o imenso amadorismo.
O Emir joga fora temais atuais e se mantém firme apenas no seu regionalismo com uma fajuta proposta de denuncismo, apresentando uma personagem que é um híbrido de nada com coisa alguma mas que tenta ser uma ponte entre os quadrinhos de ação para jovens que leva alguma referência "brasileira". E faz isso novamente sem sucesso pois as histórias não entusiasmam exatamente por serem arcaicas em sua concepção.
Welta nasceu velha.

5 - De volta à história, Emir tenta elevar a temática com situações adultas. Ele quer forçar uma barra e, quem sabe, "cutucar" o leitor. Só que ele também não consegue pois a concepção de mulher que Emir quer passar é uma das mais chulas e baixas. Que podiam funcionar nos anos 60/70 mas hoje são de um anacronismo gritante.
Emir não tem comprometimento com o leitor, nem com quem compra seu gibi. Ele está escrevendo e desenhando para ele mesmo.
Por isso Welta transa e faz surubas, mas nada explícito (pelo menos não na "cronologia oficial") pois na mente pervertida do autor ela está reservada para ele mesmo.
Welta é colocada como uma "mulher liberal" mas não existe liberalidade mas, sim, promiscuidade... ao mesmo tempo que banha-se a putaria com um lado moralista pois Welta tem namorado! Ou seja, ao mesmo tempo que quer criticar a sociedade, Emir apresenta mais moral. Brilhante isso, não?
Emir Ribeiro quer ousar mas ele mesmo se auto-censura tanto que o resultado final é pífio, trágico ou simplesmente ridículo: ele estrelinhas nos seios das personagens e camufla pênis.
Por outro lado, a violência é explícita.
Isso sim é que é jogar fora a própria liberdade.

6 - A concepção de Welta prescinde de fundamento. Emir escreve o que lhe dá na telha e pesca as referências de seus gibis preferidos. Nada é autêntico, nada é original, tudo ressente à mofo.
Ele faz seus fanzines como quem se masturba: vai como vier, faz como der e que se dane tudo.
Planejamento, revisão, objetividade, tudo que tange, enfim, à criação de uma HQ industrial e, portanto, comercial, são descartados.
Isso seria esperado de um fanzineiro mas Emir Ribeiro já deveria ter amadurecido e adqüirido tarimba o bastante para fazer uma HQ impecável.
Mas não faz. E duvido que um dia venha a fazer pois ele errou tanto que seu Ego veio em seu socco, lhe impedindo de se ver como realmente é: um péssimo artista, senão um dos piores do Brasil.

7 - A contradição maior em Welta não é o desenho em si. É a insistência de seu autor em não se envergonhar por cometer tamanha afronta.
Suas personagens são mal desenhadas. Porém, eu vi ilustrações boas feitas por ele visando agradar, claro, os gringos.
Então, pelo amor do santo guarda, porque esse homem não desenha direito suas próprias e malditas histórias?
Pior do que desenhar datado e lembrar muito os comics dos anos 70, o desenho que Emir faz é feio para caralho. Não feio no sentido Crumb ou Henfil (que eram "feios" por opção, mas ambos eram mestres no desenho), feio no sentido de desleixo, pouco caso, preguiça, amadorismo e, claro, vagabundagem.
Um ilustrador é bom o tempo todo. Ele não fica vacilando. Faz direito sempre, até no rabisco do banheiro.
Só que o Emir Ribeiro é um largado, um encostado que erra por descaso para com a própria criação, pois a verdade é que ele está pouco se fodendo pra tudo. Essa arrogância estúpida é a marca registrada do frustrado que, diante do fracasso profissional, reflete em seu trabalho autônomo sua amargura para com os próprios quadrinhos!
Num primeiro momento pode parecer "independência criativa" mas, no caso, é a mais pura birra de menininho mimado que, adulado pelos fãs, sempre se acha certo. De tanto que mentiram pra ele, ele se acha bom e se fechou às críticas.
Mas a verdade está aí, impressa nas páginas de sulfite Chamequinho aonde a Welta desfila sua monstruosidade nojenta.

8 - Inevitavelmente eu comparo os desenhos do Emir com artistas brasileiros de quadrinhos sérios: Mozart Couto, Rodval Matias e meu considerado Alan Voss. Esses artistas tem um imenso cuidado com suas obras e fazem desenhos que não ficam atrás de Manara, Goscinny ou Hugo Pratt. O Emir segue uma escola diferente, é verdade, mas nem por isso ele precisa ser tão preguiçoso.
Não espero que ele saiba escrever um bom roteiro mas desenhar é sua profissão. Ele já deveria ter aprendido que quem é bom assim o é o tempo todo! Não apenas quando lhe convém.
Mas as razões psicológicas do Emir ser quem é estão aí pra quem quiser ver.

O Emir é um Nagado.

9 - Emir se acomodou. Ele não desenha mais para os EUA e, talvez por isso, não se preocupa com qualidade. Vive de glórias imaginárias e se embebeda com a bajulação de fãs idiotas e artistas que se aproveitam de sua atenção para se auto-promoverem: são parasitas se alimentando da carcaça do fracassado.

10 - Pra terminar, eu conheci a Welta quando eu tinha uns 12 anos, por um fanzine emprestado por um amigo meu. Para minha surpresa, mesmo depois de quase 30 anos de produção, Emir continua fazendo a mesmíssima coisa, abordando a mesmíssima personagem e, pior, não criando absolutamente nada de expressivo além de Welta.
Porque ela é a tara, a fixação, a obcessão do sujeito. Mas é uma obcessão que lhe tolheu a capacidade criativa (se é que um dia teve alguma pois ao ver seu histórico, seus personagens são de um superficialismo atroz).
Talvez para compensar seu fracasso criativo e editorial ele precise apelar para tantas mentiras e lorotas entre os fãs da Internet mas, o que interessa pra nós, leitores, são quadrinhos bons, bem escritos, bem desenhados e com histórias bacanas que não sejam um mero desfilar de um machismo antiquado permeado de seios murchos e mulheres levianas.

Assim, Emir Ribeiro é muito, mas muito ruim e seus fanzines não prestam nem pra forrar gaiola de passarinho: a merda que cai ficaria ofendida!

44 comentários:

Anônimo quinta-feira, julho 31, 2008  

Já que estamos falando desse "grande" quadrinista aqui vai um link muito bom sobre o assunto: http://www.baudejogos.net/colunas.php?id=38

naghdy sábado, setembro 25, 2010  

meu nome eh Joseph e pertensso ao time do Caravanna studios fazemos fanzines, tiras e varios baguios trash
e to comessano a conhecer os quadrinhos brazkas
mas jah tenho uma ideia geral da bagunssa
e tem q fala memo
kauntas vezes for preciso
e kero entende pq esse cara ganha tanto ibope por essas merdas
o q passa pela cabessas das pessoas q gostam das historias dele

naghdy sábado, setembro 25, 2010  

meu nome eh Joseph e sou desenhista do caravanna studios, fazemos fanzines, tiras e varios baguio trash de nossa criassaum
o emir ribeiro eh um filho da puta mesmo
mas naum consigo entender pq as porcarias dele daum ibope!
oque faz as pessoas a lerem as historias dele?
eh coisa de louco, naum faz sentido algum
(foi mal a escrita mas meu teclado naum tem acento nem nada)

Anônimo terça-feira, agosto 28, 2012  

Só para confirmar o que todos já sabiam! O Emir é um bosta, um grande BOSTA em caixa alta!

Seu Duílio domingo, setembro 02, 2012  

Gostei!Se vc procurar pelo nome Emir Ribeiro no Google sempre aparece este seu link: Emir Ribeiro: o bosta!
Esse cara é "O Grande Bosta"! O cagão fechou os comentários naquele fotolog de merda dele,realmente é um grande safardana do caralho!

Dr. Damasco segunda-feira, novembro 26, 2012  

Emir Ribeiro, é um Grande Merda! Sempre viveu naa asas dos seus pais e parentes abastados, foi sempre um vagabundo preguiçoso e sem talento algum. Aqui em João Pessoa o apelido dele é Urina de Bode, por causa da sua constante incontinência urinária.
Velta é 100% seu alter ego, por isso é que ela mija um Ácido Mortal!

Velta Club sábado, fevereiro 23, 2013  

Gozou, Bkzete piranhuda? Ou tocou sua punhetinha diária com uma garrafa de Velho Barreiro e um consolo extra-large, pensando no Emir Ribeiro destroçando tuas nádegas avantajadas?

Anônimo domingo, março 17, 2013  

BK / Formspring em 24 Junho de 2010.

Senhor José Roberto Pereira. Por que o Sr. nos odeia tanto? Assinado: Velta, Blenq, Penitente, Major Brasil, Comando V, Luã, Jou Ventania, Raio Negro, Lobo Guará e tantos outros.

Não, pequena bicholinha! Eu não tenho um pingo de ódio por quem quer que seja... Bem, talvez pelo meu cunhado mas isso não importa.
Eu não os odeio.
Eu tenho é ASCO!
NOJO!
Eu prefiro comer um rato morto que ficou por sete dias enfiado no cu de um mendigo do que colocar meus olhos nesse CHORUME que vocês OUSAM chamar de Quadrinhos Brasileiros!
Porque o que vocês fazem é, apenas e tão somente, a maior quantidade de câncer mental já impresso em forma de gibi!
É algo tão abominável, tão amaldiçoado, que Satanás sairira correndo e se converteria a Jesus só de chegar PERTO dessas trolhas todas!
Nada, nada, nada, NADA DISSO FUNCIONA!
Chamar isso aí de porcaria é ofender a porcaria, chamar isso de lixo é denegrir qualquer lixo que foi, é ou será lixo!
Eu prefiro mil vezes me matar, sair do caixão e me matar de novo a ter que olhar pra um desses gibis tão desgraçadamente ruins que fazem o Necronomicon parecer a cartilha Caminho Suave!
Por que vocês insistem com isso, minha santa frieira coçadeira?
Por que vocês martelam essa incompetência tão dolorosamente diarrética?
Eu não me importaria se essas putrefações todas existissem.
Sério!
Respeito profundamente o direito de cada um fazer de si o que quiser.
PORÉM, vocês se colocam como EXEMPLO DE SUCESSO, cambada de mendigos do caralho!
Sucesso DE QUE?
Nenhum de vocês ao menos paga suas contas com seus gibis!
Nem ao menos pagam as contas de luz, água, telefone ou sobra qualquer coisinha pra pagar uma dose de pinga!
NADA!
Tudo isso só deu prejuízo!
E a Comix deixa lá POR PENA! POR DÓ de vocês, seus mendigos filhos da puta!
Pior ainda, são mendigos ORGULHOSOS da condição de mendigos e que ganham prêmios de OUTROS MENDIGOS!
É que como se todas as favelas mentais se reunissem numa turma de amaladiçoados e lazarentos e saíssem dando prêmio um pro outro!
Quem tem a maior bereba, quem faz a maior cagada, que está rodeado dos maiores ladrões, quem faz a melhor pirataria, quem é que ROUBA o personagem gringo, quem é que dá o cu pra Velta ha mais tempo...
PORRA, MANO!
Enquanto isso, os gringo entram aqui e ARREGAÇAM com tudo! Botam cada puta gibi peba pra vender e VENDE CENTENAS DE MILHARES DE EXEMPLARES!
O Stan Lee comprou um iate semana passada! E o Emir Ranheta tem gibi encalhado desde 1970!!!!
QUE SUCESSO É ESSE, CAMBADA DE VIADOS???
A verdade é que eu tenho uma puta duma dó do caralho de vocês, seus fracassados de merda.
Porque vocês são os piores tipos de fracassados: são verdadeiros porcos deitados na própria bosta e FELIZES por serem os REIS DA MERDA!
Tomar no cu, seus viados!
TOMAR NO TEU CU!

Clube Velta domingo, março 24, 2013  

Tudo bom gazelinha saltitante? O que é seu está bem guardado! Como vc prefere ser castrado? Na peixeira por um jagunço ou de forma química como o pastor Marcos Feliciano propõe no Congresso? Responda rápido, pq seu tempo está acabando cadelinha Bkzete...

Kamen Rider domingo, março 24, 2013  

A castração quimica deve ser com o mijo acido do MESTRE, que você já deve ter provado da fonte né fascistinha da CQB?

ANAUE.

Velta Club sábado, junho 29, 2013  

"O Stan Lee comprou um iate semana passada!"

Grande bosta! Emir Ribeiro comprou recentemente uma linda jangada com Ipad e Iphone!
O homem não para de produzir e ganhar dinheiro sua merdinha invejosa.
Enquanto isso vc sofre com sua vidinha de fracassado tomando sempre bem no meio do seu cu preto, sujo e arreganhado. Huáhuáhuá!

Pedro Pedreiro quarta-feira, julho 10, 2013  

Os cães ladram e a caravana passa!
Emir Ribeiro News / Julho de 2013: Os 5.000 (cinco mil) primeiros leitores que comprarem 60 ANOS DE VELTA - TOMO 69 - VELTA FAZ SEXO ANAL NO EMIR RIBEIRO diretamente a mim, ganharão - encartados no grosso almanaque - 2 (dois) big-cartazes com imagens (eróticas e muito atrevidas!) do EMIR RIBEIRO, que podem ser emolduradas e/ou pregadas nas paredes de banheiros públicos. Os brindes não serão encartados nos exemplares objeto de troca,suingue,orgia ou cortesia, ou aqueles que forem adquiridos através de revendedores amigos como nosso considerado Kamen Rider. Portanto, vale apenas para quem comprar a edição diretamente a mim (Euzinho/Emir Ribeiro), e enquanto durar o nosso pequenino estoque dos brindes.
Para efetivar a compra, basta fazer um depósito com o valor na conta nº 171, Operação 69, da Caixa Econômica Federal, agência 069 (portanto, pode ser feito também em QUALQUER CASA LOTÉRICA,PUTEIRO ou SAUNA) , e enviar imagem (ou fotocópia, ou os dados numéricos) do comprovante de depósito para: emir_ribeiro_debosta@emirdebosta.com.br xD

Clube Velta segunda-feira, julho 15, 2013  

Emir Ribeiro ganhou mais um um prêmio importante, desta vez foi o cobiçado Troféu Gedeone Malagola / HQ Nacional 2013.
As Marvetinhas, DCrebradas e as BKzetes afemininadas estão furiosas, esfregando sua nádegas no chão, roendo suas unhas esmaltadas, batendo a cabeça contra o concreto, rangendo os dentes careados, revirando os olhinhos e espumando de raiva! Emir Ribeiro, criador da VELTA, a personagem mais odiada pelos vermes fanáticos por super-heróis extrangeiros, faturou o Prêmio Especial na qualidade de MESTRE DOS MESTRES DO QUADRINHO NACIONAL. Isso não é pouca coisa não, suas invejosas e rancorosas do caralho! Chupem, mas chupem tudo até o cacetão encostar na glote de cada uma de vocês! O Mestre Emir Ribeiro é um fulgurante raio de luz na escuridão fétida desse imenso furico chamado Brasil! ANAUÊ!


Sr. Magnânimo segunda-feira, julho 22, 2013  

Pergunta: - Sou Rozicleido Pereira e moro no Crato,Ceará. Eu gostaria de seguir carreira como quadrinista de mangá, mas aqui tem poucas publicações e porra nenhuma de editora decente. Muitas vezes eu tenho vontade de arregaçar geral em outro lugar, tipo Amapá, São Paulo ou Rio de janeiro. O Sr. acha que é possível ser quadrinista por aqui? Desde já, obrigado Mestre!
Resposta do Mestre Emir Ribeiro: - Você precisa ter em mente que o seu futuro profissional é um investimento em muito, mais muito longo prazo. Várias pregas serão perdidas durante o processo de crescimento, não se faz uma boa "omelette" sem quebrar os dois ovos e fritar a linguiça também.
Se você for para São Paulo, não vai ter aonde morar, não vai ter trabalho, não vai ter dinheiro, vai concorrer com trocentos neguinhos por uma vaga de merda no mercado de quadrinhos e corre riscos que nem imagina que existem. Tem aumentado muito o número de agressões físicas contra otakus e subespécies bem menores como os Kamen Rader e as putinhas Bkzetes.
Aposto que, embora sua cidade não seja um paraíso de comics e editoras, tenham outros mercados de trabalho não tem? O pessoal trabalha aí em quais áreas?
Tem turismo? Tem Zona? Toda cidade tem uma.
Se tiver, porque você não se especializa em realizar trabalhos voltados para o mercado de sexo? Traga junto o bucetão da sua mãe, ela pode ainda agregar algum tipo de valor.
Tem indústria? Empresários corruptos?
Esses empresários não podem precisar de ilustração para embalagens, rótulos, quadros para a decoração das casas de sua amantes? Não podem precisar de cartilhas para treinamento de pessoal? Não podem precisar fazer quadrinhos institucionais? Falsificação de documentos para fins criminosos?
O comércio aí é aquecido?
Não dá pra se associar com algum estabelecimento comercial e desenvolver algum produto aonde seu desenho seja parte do chamariz para o comércio? Na pior das hipóteses você pode virar propagandista como homem-sanduíche ou arrumar um arrego com a bichinha cabelereira do salão da esquina.
Tem gente que curte piercing, dorgas, tatuagens?
Porque você não abre um estúdio de tatuagem e alia o seu conhecimento artísticos para oferecer imagens diferentes daqueles tatuadores bostados fazem?
Se não der certo, procure associar-se com algum traficante da região e use o espaço para fazer movimento, o crack dá um lucro fabuloso.
Tem muita feira livre, churrasco, congresso, orgia, suruba, pagode ou casamento?
Porque você não se especializa em fazer caricaturas, cartuns, animações, quadros para ser vendido para esse público? Acostume-se a desenhar dançando Axé, pode ser um bom diferencial.
Um conselho de irmão: nunca desenhe muito perto durante uma suruba, a possibilidade de ganhar um dedo no furico ou uma esporrada na cara é muto grande.
Veja bem, o que não falta na vida são oportunidades.
Se você tiver engajamento, vai achar mercados ótimos, novos, sem vícios, sem concorrência, que você pode ser uma pessoa com grande especialização.
Acontece que esses são os tais mercados em potencial, não existem realmente e para se começar é preciso pegar no pau do cliente, chupar tudo, sentar e ir se especializando, se preparando para evoluir como prestador de serviço. Assim seus clientes vão ficando cada vez mais satisfeito com o seu desempenho e também irão te pagar um michê bem melhor.
Isso tudo pode demorar de dez a trinta anos ou mais pra rolar, mas você acha que vindo para um grande centro urbano alguma coisa será muito diferente disso?
Pense no futuro, a longo prazo, insistir em mercados regionais aumenta a demanda, descentraliza o mercado, melhora o reconhecimento de nossa profissão e ainda permite que você possa ser um profissional bem sucedido sem ter que sair de casa. Só não venha para João Pessoa, porque aqui mando eu e a Velta! Estamos entendidos seu viado de merda?

Press Release / Emir 2013 quinta-feira, agosto 01, 2013  

Uma notícia alvissareira neste mar de lama que é o Brasil. A Prefeitura Municipal de João Pessoa, localizada no Estado da Paraíba acaba de aprovar por unanimidade e com louvor o projeto que irá criar o Museu Emir Ribeiro. Na verdade estamos dando continuidade ao lindo sonho lançado no Salão de Quadrinhos da Paraíba de 1973, marco inicial para o resgate de toda a "OBRA" do Mestre Emir Ribeiro. A proposta visa coletar com grandes artistas do meio, cujos trabalhos farão parte da exposição permanente e itinerante no Museu à ser inaugurado em João Pessoa em 2015, com projeto (talvez um dos últimos) do nosso maior arquiteto: Oscar Niemeyer, recentemente falecido . O resultado final será convertido num livro de mais de 800 páginas chamado "Ao Mestre Emir Ribeiro com Todo Carinho". Os trabalhos devem ser enviados pelo correio ( Rua Dra. Doroti Ribeiro, 69, Centro / João Pessoa / CEP 58037-970 ) ou pro e-mail (emir_ribeiro_debosta@emirdebosta.com.br ) sendo aceito a aplicação de qualquer técnica, inclusive palitos de picolé, barro / bosta, caixas de Claybom, pirografia e esculturas de Durepox. Apenas em off...durante a inauguração do Museu , a idéia seria trazer Emir de helicóptero e travestido de Velta com fiozinho dental e perucão aloirado. Na ocasião ele iria distribuir centenas de revistas encalhadas, salgadinhos de ovo com repolho e generosas doses de Velho Barreiro para seu enorme séquito de adoradores. Afiem seus lápis, penas e mouses! Brian Bolland, Mozart Couto, Lorde Loba e Maurício de Souza já enviaram seus trabalhos! Vamos lá gente, esse homem é um gênio e merece todo o nosso carinho!

Anônimo quarta-feira, dezembro 17, 2014  

Sou pesquisador científico do gênero HQ e digo que vc foi muito infeliz, preconceituoso e covarde com essa postagem.
Sugiro que vc busque aprender boas maneiras, aprender a ser educado com as pessoas.
Boa sorte.

Adriano Erico Gonzaga sexta-feira, junho 12, 2015  

O JRP sempre teve opiniões lúcidas. Não é sensato ignorá-las! Principalmente se o cara quer escrever HQs!

Adriano Erico Gonzaga sexta-feira, junho 12, 2015  

Mas acho que meter o cacete nele só vai dar IBOPE pro infeliz, que teve a ousadia de se considerar original!

Adriano Erico Gonzaga sexta-feira, junho 12, 2015  

Tá na cara que ele não passa de uma fraude! E pior ainda sãos os lacaios dele do escroto CQB, que acham que o Brasil é um exemplo de criatividade! PORRA NENHUMA!!!

Anônimo sábado, abril 30, 2016  

Não apenas a velta do emir ribeiro como outros HQ nacionais, no estilo super heróis, é uma escatologia só.
Um exemplo de outra HQ nacional tosca é o major Brasil, uma imitação ridícula do capitão américa dos USA.

Na verdade os "desenhistas" da MAIORIA dos HQs, no estilo heróis, produzida aqui no Brasil nem sequer sabem desenhar. Eles não passam de copista sem originalidade, com um gosto notório pela pornografia gratuita, sem criatividade para construção do psicológico das suas personagens. Ou seja, seus personagens refletem seus criadores: vazios, sem personalidade e sem conteúdo narrativo.

Entretanto, há alguns trabalhos que valem a pena conferir como a arte de Erika Awano, do Célio Cardoso dentre outros, esse último ao menos sabe o significado de palavra proporção e seus desenhos são bons.

****
OBSERVAÇÃO: para os tolos que assimilam o "sucesso" desses criadores como uma consequência de ganhar dinheiro ou prêmios. Lembrem-se, nem tudo que vende é bom, porque se assim fosse o grupo É o Tcham, teria letras belíssimas, e a banda Calypso seria o supra sumo do música brasileira.
Vende,r razoavelmente, NÃO significa necessariamente que a coisa é boa.


Ad segunda-feira, julho 18, 2016  

Emir escreve mal, mas mas muito, muito mal. Velta é ridícula. De onde esses merdas da CQB e da Velta Club tiraram que essa bosta é melhor que o Watchmen ou que ele é "o mestre dos mestres"? Do cu? Só pode! Sinto pena dos paraibanos que tem esse cocô pra representá-los! Assim como tenho pena de mim mesmo pelo Pau Mole difamar minha terra que passou a ser conhecida como o Cu do Brasil!

Dr. Brian Bolland quarta-feira, agosto 10, 2016  

Science in Paraíba

Pesquisadores do Instituto Científico Camelot 3000, em João Pessoa, divulgaram hoje uma importante descoberta: a humanidade estaria passando por um novo processo evolutivo. Após evoluir do macaco, o Homo sapiens estaria aos poucos evoluindo para a Velta caralhus acidus, ou Emir Rampeiro. O polêmico Mestre quadrinista brasileiro que leva esse nome, inclusive, seria um espécime que sofreu uma forte mutação - em outras palavras, um “elo perdido”, que foi encontrado quando começou a publicar seus infames rabiscos na década de 70. Segundo os cientistas, o Velta caralhus acidus atravessa três estágios durante a vida: dos 0 aos 17 anos é a fase “punheteiro-lindinho-da-mamãe”, dos 18 aos 50, “punheteiro-gostosão-do-papai”, e a partir dos 51, “punheteiro-broxa-dos-impotentes-iguais-a-ele” – ou “enganador” e “sarfadana”.
Mas por quais grandes mudanças o homem passará ao evoluir para Emir Chupeteiro? Os dados coletados revelam que, assim como o apêndice se tornou inútil para o ser humano moderno e os dentes do siso vêm deixando de existir nas gerações mais recentes, os Rampeiros irão se livrar de características como o talento e a autocrítica. Ânus mais salientes e sacos flácidos também devem ser regra. Entre uma violenta crise de hemorroida e mais uma premiação pela sua grande obra em São Paulo, Emir se pronunciou a respeito do assunto: “A qualidade dos quadrinhos brasileiros é uma coisa FANTÁSTICA e absolutamente SINGULAR! Velta, Índio Itabira, Raio Preto, Penisquente, Sargento Brasil, Comando V, Luã, Jou Ventania, Lobo Guará, Homem Fezes e tantos outros personagens que já fazem parte do imaginário do povo brasileiro! São heróis que poderão educar e fazer evoluir as novas gerações, estão me entendendo seus acéfalos de merda?” Embora os pesquisadores apontem como único predador natural do Velta caralhus acidus o leitor inteligente, Emir acredita que a grande ameaça à nova evolução é uma conspiração americana liderada pelo Marvel e DC para induzir o mundo à sua já diagnosticada paumolecência e assim provocar o fim da raça humana.
O processo deve levar de 500 a cinco mil anos.

Nelson Rubens terça-feira, agosto 16, 2016  

Emir fala da sua paixão amazônica:

"Eu passava minhas férias na casa do Índio Itabira, ele vendia quinquilharias numa pequena taba na Rua Dom Furico pertinho da minha Editora e Gráfica Velta Comics (PB).
Ficava todos os 30 dias por lá. Quando eu tinha uns 55 ou 56 anos, ele gentilmente me dava banho de caneca no final da tarde, vestia a minha roupa predileta: geralmente um collant verdinho
e botinhas brancas cano longo (que orgulhosamente uso até hoje no dia-a-dia).
Me colocava ajoelhado no meio da oca, eu olhava pra cima e lá estava aquele pauzão de jumento. Era um caralho de cor ocre muito parecido com esse caralho, grande e duro desta foto em anexo.
Sei que não vão publicar a foto... maldita censura careta e retrógada, por isso usem de toda a imaginação possível!
Era puro pau-brasil que vinha direto pra minha boca já completamente aberta. E eu ficava de olhinho fechado contando mentalmente as trocentas socadas. Quando ele finalmente se aliviava, eu engolia tudo, numa felicidade interminável e dizia quantas varadas ele tinha enfiado na minha boca. Ele fazia aquela cara de surpresa, depois sorria e me xingava de tudo quanto é palavrão. Depois jantávamos em completo silencio e ele me colocava na sua modesta cama feita de folhas e palhas pra dormir, não sem antes de socar o pau duro dezenas ou talvez centenas de vezes nas minhas corajosas nádegas.
O sexo selvagem reinava na taba do meu querido Itabira. Grandes saudades daquelas estocadas...onde estás agora seu índio fujão ordinário?"

Velta Club sexta-feira, agosto 26, 2016  

Recebemos mais uma agressão virulenta de alguma putinha Bkzete raivosa, suada e com o brioco já todo estraçalhado em nosso Saite:
"Emir é um grandesíssimo FILHO DE UMA VAGARANHA ARROMBADA E A MULHER DELE ( Velta ) É UMA CADELONA MIJONA QUE PERDEU TODAS AS PREGAS DO CU. Concordam?"
Não, nós discordamaos completamente e rechaçamos completamente vossa infeliz colocação piranhuda ordinária. Ele é um homem honrado e doce como um tijolo de rapadura, sua Mãe sabe preparar uma buchada de bode que é para se comer ajoelhado e Velta é uma moça de grande moral ilibada! Parem de difamar o Mestre Emir suas rampeiras sifilícas!

Ad terça-feira, setembro 06, 2016  

Vagaranha arrombada foi boa! Hauhahauahau... Pior de tudo é perceber que tem gente que fica idolatrando esse merda do Emir! São comedores de bosta de primeira grandeza!

Ad terça-feira, setembro 06, 2016  

E não sei como uma trava exibindo o rabo por aí pode ter "moral ilibada", mas...

Adriano Erico Gonzaga quarta-feira, setembro 07, 2016  

Itabira é uma porcaria de personagem com a cara do Conan o Bárbaro! É, viva! Isso que é pesquisa aprofundada de verdade! Palmas!

Emir Ribeiro segunda-feira, setembro 12, 2016  

Direito de resposta

Ora, ora... o Adriano Erico Gonzaga está de volta!
Estranho, quando vc esteve aqui no meu studio deu outro nome, porque tanta mentira putinha?
Disse-me que adorava a Paraíba, amava meu trabalho, era louco pela Velta e que também era chegado numa rola bem dura.
Já esqueceu que foi empalado de bruços em cima da minha velha prancheta Trident?
Gritou e rebolou tanto seu bundão guloso, que acabou me dando um prejuízo filho da puta!A porra do vidro de nanquim acabou virando em cima de uma página da Velta, que eu estava punhetando a mais de 15 dias.
Foi uma grande lambança. uma cagada só...sujou de tinta até meu tênis Adidas novinho.
Não apareça mais aqui não viadinho, senão vou terminar dando uns pipocos de 38 na sua cara de merda!

Emir Ribeiro quarta-feira, setembro 28, 2016  

Fogueira das vaidades

Recebi ontem um e-mail rancoroso de um "grande quadrinista de São Paulo" com quem tive um breve "affair" no começo dos anos 80.
Esse rameiro fazia de tudo por "Um Chopps e Dois Pastel", tenho inúmeras testemunhas a meu favor. Uma delas é o famoso editor de quadrinhos pornôs: Sergio Peixoto, o Xoxoto.
Se é provocação, talvez num próximo post eu acabe revelando o nome e a história completa do "famoso e revoltado" viadão paulista...
Ele me esculhamba, fala mal do meu trabalho, diz que eu nunca fiz uma chupeta decente e afirma que "todos" os quadrinistas da Paraíba comeram minha bunda, etc, etc.
É o fim da picada... chupo bem legal e não conseguiria dar pra todos ( eram mais de oitocentos e trinta e cinco, só na capital ) senão eu nem teria cu pra cagar!
Entendo um pouco sua revolta bichona de merda, afinal usei vc como personagem passivo numa HQ bem recente da minha famosa personagem VELTA.
Como não tenho paciência pra mi mi mi, respondo ao arrombado desenhista:
"Eu sempre escolhi a dedo Caralhos Grandes e Extremamente Duros!
O que jamais foi o seu caso, né seu desgraçado castrado?
Imediatamente o pederasta parou de me encher o saco.

Adriano Erico Gonzaga quinta-feira, setembro 29, 2016  

Réplica ao Emir (seja a conta fake ou não! Dane-se!)
Nunca disse que gostava de lixo ou que já fui à Paraíba! Percebe-se que a coerência não é teu forte!

Ad quinta-feira, setembro 29, 2016  

Basta imaginar o Itabira comendo o Emir Ribeiro pra se ter pesadelos até o fim dos tempos!

Ad domingo, outubro 02, 2016  

Alguém já disse: se um desenhista de hq ganhar prêmio é porque ele não presta! E pior ainda esse "Troféu Gedeone Malagola" um sujeito que plagiou os X-Men e o Lanterna Verde e achou grande coisa a manchinha que ele fez na cabeça do Cascão enquanto o dono dele fica com a fama e a glória! Um velho amargurado desses merece o nome dele em um troféu?

Adriano Erico Gonzaga sexta-feira, outubro 14, 2016  

Tem uma capa de "revista" em que o "personagem" "Homem" de Preto aparece no telhado rodando bolsinha! Fala sério! Os leitores não vão evitar a piada! E o cara quer nos convencer que faz gibi pra adultos! Hah!

Anônimo terça-feira, janeiro 31, 2017  

Pessoal, não acendam esse assunto. Isso dó dá ibope a esse copista fracassado sem noção nenhuma de proporcionalidade e argumentação.

Aqui vai um ditado popular que resume bem isso:
"Merda quando mais mexe mais fede"


Enterrem esse elemento pastoso de uma vez.

Anônimo segunda-feira, março 06, 2017  

Rubens Ewald Filho

Emir revela sua ligação visceral com o cinema:

"Grande parte da minha imensa formação sexual, foi forjada nas ruas da Paraíba, nos banheiros da Editora Velta, em motéis baratinhos e também nas pequenas salas de cinema.
Haviam muitos cinemas pornôs de rua, em João Pessoa, quando comecei a vislumbrar descobertas dos enigmas que estruturaram a minha vida artística para todo o sempre.
Mas o meu favorito, era o Cine Sex América na Praça Pedro Américo, ao lado do Teatro Santa Rosa e pertinho da Rua Don Furico.
O ambiente era totalmente fétido, tinha sempre o ar condicionado quebrado, uma tela de exibição muito pequena e equipamentos de projeção do tempo do onça.
O meu lugar preferido era na primeira fila no balcão do segundo andar, onde eu podia oferecer minhas grandes nádegas, por entre os arcos de proteção, de maneira que todos
vissem a excelente qualidade do meu produto.
Dentre os inúmeros filmes que vi ali, Garganta Profunda me deixou absolutamente parvo e embevecido, até hoje tento fazer o que Linda Lovelace conseguiu com sua pequena boca.
Em 1981, Os Caçadores Anais chacoalhou a minha cabeça e também o meu imenso bundão, por meses e meses a fio.
Em 1982, foi o lançamento de um dos melhores filmes que assisti em toda a minha vida: Anal Intruder, The Mission. Assisti a este filme por 78 vezes no famoso Sex América.
Sete anos depois eu faria a minha obra-prima para as telonas brasileiras, o maravilhoso, mas infelizmente desconhecido e menosprezado: O Homem do Pau Preto.
Sou fã do meu trabalho e que se fodam vcs putonas bkzetes invejosas e arrombadas!
Já assisti meu filme umas trocentas vezes em vídeo-cassete na taba do Índio Itabira e sempre na companhia animada e gostosa do Adriano Erico Gonzaga. Devo afirmar que ele (Ad) faz uma chupeta sensacional! Seus belos e grandes lábios são macios como um veludo.
Sinto muitas saudades desta época gostosa da Paraíba, em que as pessoas precisavam apenas de bons filmes na tela e uma bela cabeça de pau dentro da boca..."

Sérgio Prata segunda-feira, março 27, 2017  

Sou pesquisador científico do gênero HQ e queria saber como comprar um VHS ou DVD do Homem do Pau Negro.
Peço para vc Adriano Erico Gonzaga ou diretamente com Emir Ribeiro?
Qual o preço final? Tenho algum desconto por ser cientista ?
Existe algum tipo de suporte Kamen Rider?
Na espera de respostas as minhas perguntas.

Um caloroso abraço

Ad sábado, abril 01, 2017  

Rubens Ewald Filho VAI CHUPAR UM CANAVIAL DE PICA, CUZÃO PERVERTIDO DA DEEP WEB!!!!

Ad sábado, abril 01, 2017  

Pelo visto você é muito próximo do "mestre", a ponto de saber das preferencias sexuais e até do "estilo literário" afetado do cagão, não é? Hmmmm... Muito suspeito!

Sérgio Prata domingo, abril 09, 2017  

REPETINDO: sou apenas um grande pesquisador científico do gênero HQB.
Não QUERO participar de suas vinganças pessoais e viadagens pontuais.
Retorno minha pergunta: como comprar um VHS ou DVD do Homem do Pau Escuro.
Peço para vc Adriano Erico Gonzaga ou diretamente com Emir Ribeiro?
Qual o preço final? Tenho algum desconto por ser cientista formado?
Existe algum tipo de suporte da sua parte Kamen Rider?
Na espera de respostas sérias as minhas perguntas.

Um grande abraço

Ad domingo, abril 16, 2017  

HQB? Homossexuais Querem Brioco? É isso?

Luiz Bacci sábado, maio 27, 2017  

Cidade Alerta

Após conhecer um " rapaz" apenas identificado como AD em uma rede social, o grande artista Emir Ribeiro foi roubado após um encontro num barzinho perto do Cine Rex.
O meliante AD é acostumado segundo a polícia, a cometer um dos golpes existentes mais antigos e perigosos: o "Boa Noite Velta".

Desacordado, Emir teve seus pertencer roubados: celular, dinheiro e diversos originais feitos manualmente à nanquim no início de maio deste ano. “Ele me deu beijo de língua e depois uma bebida muito forte que me fez capotar geral! Quando acordei na manhã seguinte, estava sem os pertences e os policiais disseram que eu havia sido "chupado" algumas dúzias de vezes pelo sacana e velho mamador ordinário de nome Adriano E. Gonzaga”.

O caso está sendo investigado pela 28ª DQB (Delegacia de Quadrinhos Brasileiros) da
capital paraibana. Outro desenhista também caiu no mesmo golpe, após conhecer um camarada estranho pela Internet, as investigações iniciais apontam que pode ser AD.
O artista por sinal bem apessoado e avantajado que não revelou sua identidade,
será ouvido amanhã pelo delegado Sérgio M. Peixoto em São Paulo.

Além do roubo, AD teria ameaçado o Emir pelo WhatsApp. Na janela da conversa, é possível ver a foto do suspeito segurando uma arma – ele disse que atiraria nele com um revólver feito de puro chocolate, seria um gostoso "blend" de Sonho de Valsa com Serenata de Amor.

Algo me diz que esse caso ainda vai render muito...

Ad quarta-feira, maio 31, 2017  

Rubens, Sérgio e Luiz topam qualquer desafio, por mais DURO e DOLOROSO que seja!

Velta Club domingo, julho 30, 2017  

Agora realmente é oficial:

Adriano Erico Gonzaga, sócio de número 6.969 está definitivamente expulso do Clube Velta.
AD, se você ainda possui um mínimo de hombridade, pague a última mensalidade de julho/agosto no valor de R$ 24,00 seu safardana do caralho!
Devolva também o collant verdinho e as botinhas brancas sua vagabunda ordinária!
Já entramos com uma medida protetiva e você também não poderá se aproximar da taba ou principalmente do cacete do Índio Itabira para dar vazão aos seus desejos incontidos.
The game is over pederasta federonta!

Ad sexta-feira, agosto 11, 2017  

É impressionante! Eu penso que esse assunto tá encerrado e vem esses merdas pró-emir-de-bosta encherem o meu saco! E o pior! Sempre atacando a mim e nunca as ideias do texto do BK, pois sabem que o falecido estava com a razão! E descontam essa frustração por não conseguir desmontar os argumentos do cara em mim? Vão se ferrar, seus malucos! Vão lamber os bagos da Doroti e dar o rabo pro Itabira que vocês ganham mais!
PS: meu nome é Aurélio Daniel (AD) só pra constar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Visitem

Anime YokaiCladestinoClockCastClock UpColmeia: O melhor dos blogsGibiscuitCreate your own banner at mybannermaker.com!JapasubSnoopy