Quadrinho nacional nas mãos dos doentes mentais

>> sábado, maio 31



Read more...

One Piece de volta as bancas

E com grande alegria que vejo que finalmente volta as bancas do Brasil o mangá One Piece, publicado pela Conrad Editora após meses de ausência. O motivo foi que demorou para renegociarem com a editora Shueisha, pois segundo o manda-chuva da Conrad eles não tem mais muito contato com essa editora (traduzindo: se estiver pra ser lançado um mangá dessa que é a maior editora do Japão aqui no Brasil, vai ser pela JBC ou Panini).

A história da edição está foda, finalmente acabou aquela chatice do Dave Back Fight e vai começar Water Seven, uma das fases mais legais do mangá.

Já o tratamento da Conrad dispensado ao título... que tristeza! Os mesmos erros cometidos antes da paralização estão de volta, como cortar um capítulo pela metade para que as edições tenham sempre o mesmo número de páginas, o capítulo final dessa edição é cortado com apenas oito páginas. Mas sem duvida o pior é que após tanto tempo longe das bancas a Editora sequer se prestou para escrever um editorial informando por que a publicação ficou tanto tempo sem sair, o que é o minimo que ela poderia fazer, alem de um review sobre o que aconteceu nas edições anteriores para quem já não lembrava o que havia acontecido anteriormente devida ao tempo que demorou para chegar essa edição 67. Simplesmente lamentável!


Aviso importante aos navegantes:
Ví que estava recebendo visitas de um link novo e fui conferir de onde era, e ví que é uma pessoa se passando por mim nos comentários. Gostária de informar ao dono da página que não fui eu que comentei, e sim alguma puta sifilitica e arrombada que sonha com a minha piroca grossa e veiuda e lhe aplicou uma pegadinha do Mallandro. (Alguém ai sabe me dizer se o Cassaro realmente desenhou o Zé Carioca? Vindo desse falso eu fiquei na duvida.)

Read more...

Brinquedos que deixaram saudades

>> sexta-feira, maio 23



Que coisa tosca!

Read more...

Chutando o cu, O CU

>> segunda-feira, maio 12



Aproveitando o fim de semana que não tinha nada melhor para fazer, baixei um monte de scans de quadrinhos e MP3, peguei a nova fase do Aranha, Brand New Day (penso em comentar aqui, só que ainda me faltam adjetivos suficientes para detonar o puto do Quesada) Illuminati, Invasão Secreta e as duas primeiras edições de Kick Ass, gibi da Marvel escrito por Mark Millar e desenhado pelo sempre competente Romita Jr.

A história tem uma premissa até que simples: um nerd fã de quadrinhos que decide colocar um uniforme ridículo e sair pelas ruas combatendo o crime. Esse é Dave Lizewski, o protagonista da série, apenas um garoto que faz um pouco de academia e sai pelas ruas com um taco de beisebal, nade de grande tragêdia familiar, poderes alieniginas e outras loucuras. O resultado disso é obvio: Dave só se fode!

Kick Ass é um bom gibi, uma histórinha com um personagem bacana, palavrões, ação e o exclelente desenho do Romitinha, mas ainda assim é apenas um bom gibi, nada de extraordinário! Millar é um marketeiro de marca maior, para divulgar a revista ele anda soltando coisas do tipo "O melhor gibi de todos os tempos" ou "Quem perder é idiota". Longe disso, Kick Ass é uma história bem contada e desenhada, mas nada além. Só que Millar sabe vender seu peixe e brincar com o leitor (a último página de Wanted por exemplo, ele práticamente manda o leitor tomar no rabo), quando ele pegar a revista obviamente vai perceber que não é o melhor gibi do mundo, mas é uma história simpática, que te deixa com vontade de ler o próximo e ver como o personagem vai se fuder ainda mais.

Por essas e outras que o quadrinho americano vende, pode ter uma história mediana mas sabe como vende-lá, enquanto isso o nosso autor nacional culpa o leitor por seu fracasso...

Read more...

Avaliação Homem de Ferro

>> domingo, maio 4

Quarta-Feira estreou nos cinemas o filme do Homem de Ferro, e como bom fã da Marvel fui conferir a obra, não tanto pelo cachaça, do qual nunca fui um grande fã (principalmente depois de Guerra Civil) mas sim pelo fato desse ser o primeiro filme solo da Marvel Studios, sempre que um filme não dava muito certo a Marvel jogava a responsabilidade no estúdio parceiro, agora que está sozinha não teria mais desculpas para erros, e felizmente eles passaram longe disso, e fizeram um filmaço!

Tudo que você pode querer num bom filme de heróis está lá: referências aos quadrinhos, uma história bem construida, boas cenas de ação (poucas, mas mais que o suficiente), humor na dose certa e bons atores. Robert Downey Jr estava ótimo como Tony Stark, e Gwyneth Paltrow, que eu sempre achei ruinzinha estava aceitável no papel de Pepper Potts.

A única coisa que eu não tinha gostado no filme era a S.H.I.L.D. eles pareciam mais um bando de bananas do que qualquer outra coisa, mas sem dúvida tudo mudou com a cena final do longa, mas a cena final mesmo, tem que esperar todo o encerramento para ver, caso você apressadinho tenha saido rápido do cinema, sente só o que você perdeu! Veja antes que o YouTube apague.



Quem não saca de quadrinhos não vai entender, mas para os nerds isso foi sensacional! Agora é agurdar o filme do Hulk onde vai ter a cena que vai ligar os dois filmes! E você não perca tempo e vá logo no cinema conferir, e veja como um bom filme de heróis deve ser, álias os executivos da Warner/DC também deveriam dar uma conferida para ver se eles fazem algo que presta ao invês de gastarem milhões em um filme da Liga da Justiça que não vai sair ou então destrir a franquia do Superman depois de tantos anos desativada entregando para um maluco bater punheta em cima do filme clássico!

Read more...

Trailer legendado de O Incrível Hulk

>> sexta-feira, maio 2

Read more...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Visitem

Anime YokaiCladestinoClockCastClock UpColmeia: O melhor dos blogsGibiscuitCreate your own banner at mybannermaker.com!JapasubSnoopy